tuttisposa.com.br

Alianças de casamento: como escolher o modelo perfeito

Hoje vamos falar um pouquinho desse que é o símbolo maior da união para a qual toda noivinha (e noivinho) se encaminham: as alianças de casamento!

Se a gente parar pra pensar, ela é ao mesmo tempo um detalhe mas também um dos elementos mais importantes num casório – não à toa que a troca de alianças tem um momento só pra ela, com direito a música e uma entrada especial na cerimônia.

Mas, afinal, existe uma aliança ideal – ou correta – para você e seu noivo? Com o que ela deve combinar? O que é preciso levar em conta na hora de escolher as suas?

Se você já se fez alguma(s) dessa(s) pergunta(s), vem conferir esse post completinho com dicas, e também inspirações para esse momento tão especial do seu casório!

Alianças de casamento: anel de noivado x aliança

O noivado pode ser selado com as alianças ou ainda um solitário – assim chamado por ter um único (e lindo!) diamante (créditos: casar.com)

Créditos: Vivara

Começando do começo! O anel de noivado, como a gente já sabe, taí pra simbolizar o pedido de casamento, e é na verdade uma tradição antiga. Quem entende conta que o primeiro registro de um anel de noivado aconteceu há mais de 5oo anos, quando um nobre austríaco decidiu presentear sua noiva com a joia.

Daí em diante, o anel de noivado clássico ficou sendo o solitário – e recebeu o nome por ter um único diamante.

Tradicionalmente, é feito em ouro branco e costuma ser um presente do noivo à noiva, quando faz o aguardado pedido <3

Agora isso não é uma regra, certo, noivinhas? Afinal, sabemos que hoje não é só ao noivo que cabe a iniciativa do pedido – e nem é só o modelo solitário que pode ser usado na ocasião!

Tem muitos noivinhos que já trocam as alianças no próprio noivado – e podem seguir com o mesmo modelo (como fizemos eu e Ricardo!), ou então trocá-lo no casamento. Neste caso, só atentem para os prazos. O ideal é que a compra seja feita com pelo menos 2 meses de antecedência.

Alianças de casamento: escolhendo o modelo certo

Afinal, o que o casal deve levar em conta na hora de escolher o seu modelo?

É claro que existem os mais variados tipos de aliança, dos mais variados estilos, tamanhos e preços. Pra começar, estipulem um orçamento dentro do qual possam pensar no modelo de vocês. Se o noivinho for fazer a surpresa, tudo bem!, a dica do orçamento continua valendo :

Definido o budget, vocês podem começar a pensar:

– nos materiais (que podem ser ouro maciço, aço inoxidável banhado a ouro, ouro branco, prata, ter diamantes ou zircônias),

– nas larguras (as mais fininhas têm em torno de 2mm, e as mais largas – que são as mais procuradas hoje em dia – de 4 a 6 mm),

– e nos estilos (mais clássico – liso e abaulado na parte interna – ou mais moderno – arredondado na parte externa, com acabamento fosco e um ou mais diamantes na versão feminina).

Separamos alguns modelos com a ajuda da Formosa Joias, de alianças clássicas e modernas para os diferentes gostos e bolsos:

Alianças clássicas retas, em ouro maciço, acabamento polido (à esquerda) e escovado (modelos à venda em: formosajoias.com.br)

Modelos em ouro maciço com diamantes nas unidades femininas, uma e 30 pedras (modelos à venda em: formosajoias.com.br)

Alianças clássica (à esquerda) e moderna – modelos mais grossos, de 5,5 a 7 mm (modelos à venda em: formosajoias.com.br)

Modelos em aço inoxidável banhado a ouro, cravejado com zircônias (modelos à venda em: formosajoias.com.br)

Tudo isso deve respeitar o gosto do casal – e se possível considerar também o conforto! Afinal, a ideia é que a aliança te acompanhe em todos os momentos daí pra frente!

A troca das alianças

Pois é! As alianças também vão ter seu momento protagonista da noite, e é claro que essa passagem deve ser pensada com muito cuidado.

Este é um dos momentos mais aguardados da cerimônia: as alianças sendo conduzidas por alguém escolhido a dedo pelo casal, geralmente a daminha e o pajem, a avó, os irmãos, a mãe ou outra pessoa querida da família – e até mesmo seu pet! 

Pra embalar o momento, é muito comum a escolha de canções religiosas. Ave Maria e Pai Nosso fazem sucesso (no caso de casamento católico), cantadas ou nas versões instrumentais.

As jóias costumam ser levadas num porta-alianças. Ele pode ser um objeto pessoal dos noivos, ou que tenha sido feito para a ocasião, como uma almofadinha fofa! Vocês podem também produzi-lo ao estilo DIY (Faça você mesmo) – e pra isso separamos as ideias abaixo:

Porta-aliança DIY: modelos artesanais em madeira e porcelana (créditos: pinterest.com.br)

As clássicas almofadinhas podem ser confeccionadas nas mais diversas cores e tamanhos! Caixinhas personalizadas dão o acabamento final (créditos: pinterest.com.br)

Créditos: Finoamore

Independente de qual seja sua escolha, o importante é que ela seja feita com carinho – e assim possa representar tudo o que uma aliança precisa.

Aproveita e conta pra gente o que achou das nossas ideias!

Beijo e até a próxima!

Você pode gostar

Conheça as tendências de casamento em 2020

Como realizar um planejamento financeiro para o casamento?

Vestido de noiva

Qual a diferença entre o vestido de noiva sereia e princesa?

Como escolher o vestido de noiva plus size?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *